Community structure of invertebrate fauna in Central Chilean Rivers

Resumen:
River systems of Central Chile are short, steep and fast flowing. They are characterized by discharge regimes dominated by rainfall and snowmelt. Invertebrate fauna is highly endemic. This study aimed to describe the community structure of invertebrate in eight river systems in Central Chile (33-39°S) using species co-occurrence and niche sharing null models. Methods: Invertebrate samples were collected from Central Chilean rivers (33-39°S), data were analyzed co-occurrence species and niche sharing null models for determine potential structuring patterns. Results: The results revealed the presence of non-structured patterns in co-occurrence considering each site as well as all sites, that is most probably an effect of presence of many repeated species in the studied sites. Furthermore, we found the existence of niche overlap due to interspecific competition at each site and among all sites. The results obtained from these river systems corroborate observations from Chilean Patagonian Rivers. Conclusion: This study contributes to understanding of biogeographical and ecological patterns of invertebrate communities in central Chilean Rivers and provide foundations for more complex ecological studies
 
Os sistemas fluviais do Chile central são curtos, íngremes e fluem rapidamente. Eles são caracterizados por regimes de descarga dominados por chuvas e neve derretida. A fauna de invertebrados desses sistemas fluviais é altamente endêmica. O objetivo do presente estudo foi descrever a estrutura da comunidade de invertebrados em oito sistemas fluviais na região central do Chile (33-39°S), utilizando co-ocorrência de espécies e modelos nulos de compartilhamento de nichos. Métodos: Amostras de invertebrados foram coletadas de rios chilenos centrais (33-39 ° S), os dados foram analisados com as espécies de coocorrência e os modelos nulos de compartilhamento de nichos para determinar potenciais padrões de estruturação. Resultados: Os resultados revelaram a presença de padrões não estruturados em coocorrência, considerando cada local, bem como todos os locais que é mais provavelmente um efeito da presença de muitas espécies repetidas nos locais estudados. A sobreposição de nicho revelou a existência de competição interespecífica em cada local e entre locais Os resultados obtidos para estes sistemas fluviais corroboram observações dos rios patagônicos chilenos. Conclusões: O presente estudo contribui para a compreensão dos padrões biogeográficos e ecológicos das comunidades de invertebrados nos rios da região central do Chile e, como tal, constitui a base para estudos ecológicos mais complexos
 

Recursos relacionados